Dores na coluna e nos músculos são comuns no inverno



O inverno está chegando e muitas pessoas sofrem nessa estação do ano com dores lombares e nos músculos, mas poucos sabem o porquê do tempo frio causar tantos problemas para as pessoas. O especialista em coluna pelo Hospital das Clínicas de São Paulo, Dr. Rogério Vidal de Lima, explica o que acontece com o nosso corpo quando sentimos frio. "No inverno naturalmente nos contraímos mais para sentirmos menos frio e? assumimos uma postura de contração dos músculos dos braços. Aumentamos a curvatura?fisiológica da coluna dorsal (corcunda), anteriorizamos a coluna e conseguimos desta maneira segurar o calor do corpo". Segundo ele, o frio provoca uma natural contração muscular, deixando articulações e músculos mais rígidos, facilitando as inflamações dos nervos. "A circulação diminui no inverno, para que o organismo consiga preservar a temperatura por volta de 36,5 graus centígrados. Em consequência disso, há também uma diminuição na circulação dos músculos, piorando as dores de origem muscular, pois eles permanecem num estado contrátil por mais tempo", comenta o especialista. E o inverno é ainda pior para pessoas que possuem problemas ortopédicos crônicos, pois segundo Dr. Rogério o tempo frio agrava artrites, artroses, dores articulares, aumenta a frequência das lombalgias e das dores na parte inferior das costas. "A lombalgia, por exemplo, ocorre mais no inverno, pois o frio provoca a contração muscular e facilita a neurite que é a inflamação dos nervos", afirma o Dr. Rogério. O especialista lista dicas importantes para quem quer se prevenir no tempo frio e não quer sofrer com problemas na coluna ou nos músculos e também esclarece alguns mitos. - Tomar banho quente e sair de casa em seguida não causa nenhum problema ortopédico; - Espreguiçar-se quando acorda, é uma forma de despertar o corpo, não pule essa etapa do dia; - Realizar exercícios é fundamental para o corpo também no inverno. Imobilismo gera dor e dor gera imobilismo. Quebre esse ciclo e se movimente sempre; - Uma boa alternativa para dores persistentes é a compressa. Nas dores crônicas e sem edema, use compressas quentes. Já nas dores agudas com edema se deve fazer uma compressa fria ou aliar a fria e quente. Faça isso entre 20 e 30 minutos;


Veja a matéria publicada pelo Estadão.

EM DESTAQUE
EM DESTAQUE

Rogério

  Vidal

LOCALIZAÇÃO

Av. Lavandisca 741  |  Cj. 105

Tel.: 11 3032-1811

Tel.: 11 3232-1050

ORTOPEDIA e TRAUMATOLOGIA Especializado em Coluna

TIRE DÚVIDAS OU ENVIE UMA SUGESTÃO

VÂNIA CAPARROZ PARA AGE IMAGEM

RV