Peso da mala e postura errada ao volante podem causar fortes dores nas costas


Já pensou se no momento da viagem você sentir aquela fisgada na coluna? Isso não é nenhum absurdo para uma pessoa que enfrenta horas no trânsito sem ao menos dar uma esticada nos braços e nas pernas ou ainda carregar o armário inteiro dentro da mala. O ortopedista Rogério Vidal, especialista em coluna do Hospital das Clínicas, diz que um erro de postura ao volante pode custar caro para as costas. A posição do banco quando se está dirigindo é um dos pontos mais importantes para quem não quer sofrer com dores nas pernas, braços e, principalmente, na coluna. É imprescindível corrigir a posição do banco, deixando a lombar apoiada. O banco não pode ficar nem muito para trás, nem muito para frente, porque com o tempo, se a pessoa tiver alguma pré-disposição a ter algum problema na coluna, pode desenvolver uma hérnia de disco ou um desgaste precoce desse disco na coluna. O longo tempo parado no trânsito pode ser ideal para alongar pernas e braços, alerta Vidal. O movimento simples de abrir e fechar as mãos pode melhorar a circulação no membro superior e acaba melhorando também todo o retorno do sangue e até a posição da coluna cervical. Outro alongamento considerado fundamental para aliviar a tensão e as dores nas costas é a movimentação do pescoço, avisa o médico. Quando o carro está parado, o motorista pode movimentar o pescoço de um lado e de outro, pode ser umas cinco vezes de cada lado. Só esse simples movimento já vai aliviar bastante a tensão, porque ele está se movimentando e fazendo um alongamento básico. E o peso da mala? O médico explica que o simples ato de flexionar o joelho para pegar a mala pesada pode causar uma dor intensa nas costas. Por isso, é preciso fazer um trabalho em cima da postura, consertar hábitos errados, reforçar a musculatura e controlar o peso da mala. Alongar o corpo durante o dia e também praticar exercício físico, como caminhada, são medidas que podem auxiliar na prevenção de dores na coluna. O especialista relata ainda que essas simples atitudes podem dar resultado quando os primeiros sintomas aparecem. Primeiro é preciso que a pessoa se conscientize que o alongamento tem que fazer parte do dia a dia dela. Esse já é um ponto fundamental para prevenir as dores. Sobre a frequência, o médico diz que o ?alongamento deve ser feito antes, durante e depois das tarefas?. Confira quais são os principais inimigos da coluna na hora de viajar

  • Postura inadequada ao volante

  • Banco muito para trás ou para frente

  • Falta de alongamento por longos períodos em função do trânsito

  • Embreagem ou pedais muito duros

  • Sobrecarga da região lombar com o peso da mochila de viagem

  • Movimentos bruscos para levantar algum peso

Veja a matéria original publicada aqui

EM DESTAQUE
EM DESTAQUE

Rogério

  Vidal

LOCALIZAÇÃO

Av. Lavandisca 741  |  Cj. 105

Tel.: 11 3032-1811

Tel.: 11 3232-1050

ORTOPEDIA e TRAUMATOLOGIA Especializado em Coluna

TIRE DÚVIDAS OU ENVIE UMA SUGESTÃO

VÂNIA CAPARROZ PARA AGE IMAGEM

RV